Madraça Attarine

Construída entre 1323 e 1325 sob as ordens do sultão Abu Said, a Madraça Attarine é a mais bonita de Fez.

A Madraça Attarine foi uma das principais escolas da religião corânica onde os alunos podiam residir durante seus estudos.

Como grande parte das aulas acontecia na Mesquita Al Karaouine, a maioria das madraças da cidade se situaram nos seus arredores.

A madraça, chamada Attarine por ser o nome do bairro onde se encontra, no mercado das especiarias, permaneceu em uso até o início do século XX, quando os 60 estudantes que se hospedavam nos 30 quartos tiveram que deixá-la definitivamente.

O interior da madraça

A madraça se estende em torno a um pátio aberto, cujo centro possui uma imponente fonte de mármore. No final do pátio, uma cúpula de madeira de cedro com abundante ornamentação cobre a sala para a oração. Nela, se pode contemplar o mihrab (nicho em forma de abside) apontando em direção à Meca.

As paredes da madraça estão decoradas com belos mosaicos sobre os quais há algumas frases do Corão. Na parte superior das paredes podemos apreciar um detalhado trabalho feito em estuque com motivos florais.

Os andares superiores do edifício são ocupados por pequenos quartos onde os jovens estudantes passavam seus anos de estudo.

Uma das mais bonitas

Embora em Fez se possa visitar algumas outras madraças, Attarine se destaca em relação às outras pela elegância e harmonia de sua arquitetura. Trata-se de uma das madraças mais bem conservadas e decoradas de todo o Marrocos.

Horário

Esta madraça estará fechada para reformas até meados de 2020.